Make your own free website on Tripod.com
XI Copa do Mundo da FIFA - 1978
Home

argentina.jpg

Local: Argentina
Participantes: 16
Eliminatórias: 107
Período de Disputa: De 1º a 25 de Junho de 1978.
Campeão: Argentina
Artilheiro: Mário Kempes (Argentina): 6 gols.

A Copa do Mundo FIFA de 1978 foi a 11ª Copa do Mundo disputada, e contou com a participação de 16 países. 97 países participaram das eliminatórias. O campeonato ocorreu na Argentina.

Foi uma copa no mínimo estranha. A Argentina, dona da casa, obrigou seus principais oponentes a viajar muito, enquanto os hermanos sediavam quase todos os seus jogos em Buenos Aires.

A Seleção Brasileira foi à Argentina comandada por Cláudio Coutinho mas não se encontrou na 1ª fase. Só se classificou com um gol de Roberto Dinamite contra a Áustria, em uma vitória que não precisava ser sofrida.

A Holanda, sem Johan Cruijff, não era a mesma e teve dificuldades em se classificar. Venceu o fraco Irã por 3 a 0, depois empatou com o Peru 0 a 0 e perdeu da Escócia por 3 a 2. O Peru foi a grande sensação do grupo, com seu futebol clássico e técnico, que tinha Teófilo Cubillas como seu principal artífice. Venceu, ainda na primeira fase, a Escócia por 3 a 1 e goleou o Irã por 4 a 1.

Alemanha Ocidental e Polônia dividiram as vagas de seu grupo entre si sem maiores dificuldades. Estavam na segunda fase, grupo A - Argentina, Peru, Brasil e Polônia e no grupo B - Alemanha, Itália, Holanda e Áustria.

Na segunda fase, a Itália caiu diante da Holanda, que embalou. A laranja mecânica ressurgiu, empatou com a Alemanha em 2 a 2 e goleou a Áustria por 5 a 1. A vitória sobre a Itália mandou a Holanda para a final e a Azurra, para a disputa pelo 3º lugar.

No grupo de Brasil e Argentina, um escândalo: o time do Peru literalmente abriu mão do direito de jogar e passeou em campo dando à Argentina uma vitória de 6 a 0, o suficiente para os portenhos irem à final da Copa no lugar do Brasil. Embora sob suspeita, não dá para dizer que os argentinos não tinham mérito. O técnico César Luis Menotti treinava um time que tinha Mario Kempes, Ubaldo Fillol e ainda abriu mão de Maradona, por este ser muito jovem na época. O Brasil disputou então o 3º lugar contra a Itália e ganhou por 2 a 1 com um golaço de Nelinho.

Na final, Argentina 1x1 Holanda no tempo normal, com uma bola na trave a favor da Holanda no último segundo de jogo. Na prorrogação, o fim: 2 gols portenhos e a Argentina faz 3 a 1 na Holanda, consagrando a equipe de Menotti campeã do mundo.

Eliminatórias

Fase Final

Bola Oficial

Mascote

Artilheiro da Copa:

Mário Kempes (Argentina): 6 gols.

Astros da Copa

A Seleção da Copa

Frases

Curiosidades

Elencos

Fotos

volta à página inicial